QUARTA-FEIRA, 28 DE JUNHO DE 2023 ÀS 16:08:56
Araçatuba enfim chega à marca de 200 mil habitantes

Araçatuba (SP) enfim ultrapassou oficialmente a marca dos 200 mil habitantes, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que divulgou nesta quarta-feira (28), os primeiros números do Censo 2022.

 

Segundo o levantamento, Araçatuba conta com 200.124 pessoas em sua comunidade urbana. O aumento populacional é de 12,4% em 12 anos, já que no Censo de 2010 a cidade possuía 181.579 pessoas, segundo o próprio IBGE. O crescimento médio de Araçatuba nesse período superou em muito o crescimento médio da população brasileira, que foi de 6,5%, de acordo com o levantamento.

 

O Censo 2022 aponta que a população do Brasil chegou a 203,1 milhões, o que representa um acréscimo de 12,3 milhões de pessoas desde 2010. Isso indica uma taxa de crescimento anual da população do País de 0,52%. Segundo IBGE, essa é a menor taxa desde o primeiro Censo do Brasil, em 1872.

 

 

Levantamento

De acordo com o que foi divulgado, os dados divulgados hoje têm como data de referência o dia 31 de julho de 2022 e fazem parte dos primeiros resultados de População e Domicílios do Censo Demográfico 2022. 

 

"Eles apresentam um conjunto de informações básicas sobre os totais populacionais de domicílios no país em diferentes níveis geográficos e diferentes recortes, além de diversos indicadores derivados dessas informações, como a média de moradores por domicílio, a densidade demográfica e a taxa de crescimento anual da população".

 

Ainda de acordo com levantamento, a região Sudeste tem 84,8 milhões de habitantes, o que representa 41,8% da população do País. Os três Estados brasileiros mais populosos - São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro - concentram 39,9% da população brasileira.

 

A região Centro-Oeste é a menos populosa, com 16,3 milhões de habitantes, ou 8,0% da população do país. Em 2022, as concentrações urbanas abrigavam 124,1 milhões de pessoas, 61%. Cerca de 44,8% dos municípios brasileiros tinham até 10 mil habitantes, mas apenas 12,8 milhões de pessoas, ou 6,3% da população do país, viviam em cidades desse porte.

 


Fonte: HojeMais