SEGUNDA-FEIRA, 10 DE JULHO DE 2023 ÀS 16:59:15
Prédio comercial desaba no Recife três dias após desabamento que deixou 14 mortos em Paulista

Um prédio comercial desabou nesta segunda-feira (10), no bairro do Pina, na Zona Sul do Recife. O acidente aconteceu três dias depois do desmoronamento que deixou 14 mortos e sete feridos no Conjunto Beira-Mar, em Paulista, na Região Metropolitana da capital.

 

De acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), não houve vítimas. O desabamento aconteceu por volta das 10h30 desta segunda-feira.

 

Testemunhas disseram que o prédio estava desocupado há mais de um ano, e que o imóvel era frequentado esporadicamente por funcionários que faziam pequenos reparos.

 

O edifício ficava no número 256 da Avenida Domingos Ferreira, ao lado de uma loja de roupas. Imagens enviadas ao WhatsApp da TV Globo mostram que o primeiro andar do prédio desmoronou, mas o térreo seguiu de pé.

 

Segundo a prefeitura, uma reforma irregular era realizada no edifício, sem autorização da Secretaria Executiva de Controle Urbano. Por causa disso, os proprietários, que não tiveram os nomes divulgados, serão notificados.

 

O Corpo de Bombeiros também foi acionado para a ocorrência, e disse que enviou três viaturas ao local para isolar a área. A Defesa Civil foi acionada para avaliar a infraestrutura do prédio ao lado.

 

 

Prédio desabou no Pina, na Zona Sul do Recife — Foto: Ana Júlia Duarte/CBN Recife

Prédio desabou no Pina, na Zona Sul do Recife — Foto: Ana Júlia Duarte/CBN Recife

 

 

Uma mulher que trabalha na região, identificada apenas como Adriana, contou que ouviu um barulho muito forte no momento do desmoronamento.

 

"Minha preocupação foi porque, na sexta-feira, tinha gente trabalhando, reformando. Eu trabalho aqui na frente, e estávamos vendo eles reformando. Quando eu ouvi o barulho, me virei e vi uma poeira muito grande subindo, um barulho enorme. Fiquei muito preocupada porque sempre ficam pessoas, pedintes, embaixo da marquise", disse.

 

 

Destroços de prédio comercial que desabou no Recife — Foto: Luna Markman/TV Globo

Destroços de prédio comercial que desabou no Recife — Foto: Luna Markman/TV Globo

 

 

Tragédia em Paulista

Imagem de arquivo mostra equipe de resgate fazendo busca por vítimas de desabamento — Foto: REUTERS/Anderson Stevens

Imagem de arquivo mostra equipe de resgate fazendo busca por vítimas de desabamento — Foto: REUTERS/Anderson Stevens

 

 

O prédio que desabou em Paulista, na sexta-feira (7), deixou 14 mortos e sete feridos. O imóvel estava interditado desde 2010, mas foi reocupado em 2012. Oito apartamentos do bloco D7 desabaram totalmente. Outros quatro foram parcialmente destruídos.

 

O Conjunto Beira-Mar tem 1.711 apartamentos, divididos em 37 prédios, dos quais 29 são do tipo "caixão", como era o bloco D7, que desabou parcialmente. Desde sexta, outros seis prédios desse tipo foram interditados pela Defesa Civil de Paulista no conjunto.


Fonte: G1