DOMINGO, 2 DE ABRIL DE 2023 ÀS 09:56:51
Repositor denuncia funcionário de mercado por ameaça de morte

Um homem que trabalha como repositor de uma empresa de bebidas no supermercado Assaí, de Araçatuba (SP), registrou um boletim de ocorrência contra um funcionário desse estabelecimento.

Ao procurar o Hojemais Araçatuba para informar sobre o caso, ele contou que chegou a chamar a polícia após ser ameaçado de morte na última quarta-feira (29), equipes foram enviadas ao estabelecimento, que não teria tomado nenhuma providência.

A reportagem teve acesso ao boletim de ocorrência, no qual a vítima relata que abastece o supermercado com bebidas de uma multinacional há cerca de dois meses. De acordo com ele, nesse período tem tido problemas com o encarregado de um dos setores do mercado, que sempre se dirige a ele com menosprezo, de forma humilhante e hostil.

 

Ameaças

 

Ainda segundo o que foi relatado, na terça-feira (28) a vítima teria sido abordada pelo funcionário no setor de bebidas, o qual teria pedido para ver o celular dele, sob argumento de que estaria gravando conversas.

Como houve recusa, teria sido ameaçado e no dia seguinte, quando retornou para fazer o abastecimento com as mercadorias, teria sido novamente abordado.

Desta vez o encarregado do setor queria que ele abastece um tipo de bebida primeiro, houve novo desentendimento e gritos por parte do acusado, que teria alegado que ele era quem mandava.

A vítima teria pedido para abaixar o tom da voz, informou que já havia comunicado o supervisor do funcionário do estabelecimento sobre o que estava acontecendo e disse que tomaria as medidas judiciais cabíveis.

Ainda de acordo com a vítima, nesse momento o funcionário teria passado a proferir ameaças de morte, alegando que se falasse algo sobre ele ou apresentasse alguma gravação, iria matá-lo.

 

Polícia

 

Após a ameaça ter sido feita por três vezes, a vítima disse que telefonou para o 190 e equipes foram enviadas para acompanhar a situação. De acordo com o denunciante, foram os policiais militares que o orientaram a procurar a delegacia para registrar o boletim de ocorrência de ameaça.

A reportagem teve conhecimento do caso na noite de quinta-feira, encaminhou e-mail à assessoria de imprensa do Assaí na manhã seguinte, cobrou o retorno no período da tarde, mas a empresa não se manifestou.


Fonte: HojeMais